SESSÃO ARTÍSTICA “RECUSO SER VÍTIMA” PROMOVE REFLEXÃO SOBRE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E NO NAMORO

Recuso ser Vítima” foi a palestra/sessão artística que o Município de Penalva do Castelo proporcionou aos alunos do 11.º e 12.º anos de escolaridade do Agrupamento de Escolas do concelho no passado dia 22 de novembro, de forma a assinalar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres.

Através de um momento inicialmente cómico gerador de proximidade e interação com o público, Sílvia Abreu, da Associação Tocar N’Alma criou a oportunidade perfeita de transição para uma palestra onde foram abordadas questões tão sérias e importantes como a violência doméstica e no namoro, perfil do agressor ou da agressora e consequências para as vítimas.

Com o apoio da CIG – Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, a sessão abordou matérias densas e impactantes e, em simultâneo, transmitiu uma mensagem positiva e de esperança e de como é possível quebrar o ciclo de violência, dando poderosas ferramentas de empoderamento e mudança pessoal.

Durante o corrente ano e até ao dia 15 de novembro foram assassinadas 25 mulheres em Portugal, 15 das quais em relações de intimidade, dados que reforçam a necessidade de uma educação para a não violência que, muitas das vezes, tem início na fase do namoro.

Esta iniciativa enquadra-se no âmbito da execução do Plano Municipal para a Igualdade e a Não Discriminação (2022-2026) de Penalva do Castelo, um plano promotor e executor da Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação – Portugal +Igual.

 

SERVIÇOS PARA CONSULTA

ALERTAS COVID-19

ALERTAS COVID

Procedimentos e directivas a proceder no município
Consultar

Município de Penalva do Castelo

Acesso Restrito