PENALVA DO CASTELO PROMOVE QUEIJO SERRA DA ESTRELA

A Câmara Municipal de Penalva do Castelo realizou, nos passados dias 17 e 18 de fevereiro, a Feira do Pastor e do Queijo, junto ao edifício dos Paços do Concelho, um espaço maior, com melhores acessibilidades, onde foi possível acolher mais expositores e visitantes.

Nos dois dias da Feira houve muita participação de expositores assim como uma grande adesão por partes dos Penalvenses e forasteiros que se deslocaram até Penalva do Castelo.

O certame iniciou no sábado com a atuação da Tuna de S. Martinho de Pindo. Pelas 10h00 decorreu a receção às entidades oficiais, que foram recebidas junto ao edifício dos Paços do Concelho, onde em arruada foram acompanhadas pela Banda Musical e Recreativa de Penalva do Castelo até ao recinto do evento.

A cerimónia de abertura da Feira do Pastor e do Queijo contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Penalva do Castelo, Francisco Carvalho e da Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho.

Francisco Carvalho começou por agradecer a presença da Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Presidentes e Vereadores de Câmaras e juntas de Freguesia, entre outras entidades presentes na Feira do Pastor e do Queijo de Penalva do Castelo. A primeira palavra foi dirigida aos que dão força ao evento, nomeadamente os pastores, produtores e queijeiros que continuam a fazer um esforço diário para a produção do Queijo Serra da Estrela e que continuam empenhados no sucesso contínuo do mesmo. Reconheceu o empenho da governante em investimentos importantes para o concelho, destacando a construção da Estrutura Residencial para Pessoas Idosas do Centro Social Paroquial de Sezures, tendo destacado que “Houve algumas vicissitudes que tiveram de ser ultrapassadas, mas a obra já está a andar”, lembrando a importância de contar com mais uma resposta social no concelho que permitirá aos seniores manterem-se na sua terra. Aproveitando a presença de Ana Mendes Godinho anunciou que as obras de requalificação do Mosteiro do Santo Sepulcro, recentemente classificado como monumento de interesse nacional, localizado em Trancozelos, devem estar concluídas no mês de março, tendo realçado que este é “um marco histórico” para Penalva do Castelo. Mais acrescentou que está em causa um investimento de cerca de 700 mil euros, financiado pelo Programa Operacional Centro 2020, considerado urgente face ao avançado estado de degradação do monumento. Finalizou referindo que o certame promove a “trilogia de excelência”, que junta o queijo Serra da Estrela, a maçã Bravo de Esmolfe e o vinho do Dão. O autarca sublinhou que os grandes responsáveis pelo sucesso reconhecido dos três produtos são o empenho dos produtores e o microclima que se verifica no território, graças aos quatro rios que atravessam o concelho e que evitam grandes oscilações nas temperaturas, tanto no verão como no inverno.

Durante a sua intervenção, a Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, destacou o esforço feito pelo governo para equilibrar o país, admitindo que está inclinado para o Litoral. Ana Mendes Godinho sublinhou que o setor social faz uma grande diferença no Interior, ao ser muitas das vezes um dos maiores empregadores do território. Referiu ainda que no distrito estão a ser apoiados 35 projetos sociais com um total de 35 milhões de euros. A poucos meses de celebrar os 50 anos do 25 de abril, a ministra lembrou ainda as conquistas da revolução, dando o exemplo do Serviço Nacional de Saúde e da escola pública e sublinhou que “é preciso celebrar sem esquecer o que ainda há para fazer”. Destacou ainda conquistas recentes, tais como, o lançamento do Abono Familiar Automático e da Pensão na Hora, medidas que acabam com as burocracias existentes.

Antes do almoço, e enquanto se realizava a visita à feira subiu ao palco a Tuna Realense, para animar musicalmente os presentes.

Já da parte da tarde, a animação esteve a cargo do grupo musical “Artur&Márcia”, à qual se seguiu a atuação do artista nacional “Augusto Canário & Amigos”.

A habitual prova de queijo, oferta da Autarquia, foi um dos momentos altos da feira, onde os presentes puderam provar/degustar o queijo Serra da Estrela, o vinho “Dão de Penalva”, a broa e a maçã bravo de Esmolfe, em ambiente de salutar convívio.

No segundo dia do evento, a abertura contou com a presença do Rancho Folclórico de Penalva do Castelo, seguindo-se a atuação da Associação Rio Côja e do Grupo de Cantares de Pindo.

Da parte da tarde chegou a grande novidade deste ano. Entre as 14h00 e as 20h00, o camião da SIC, com o programa “DOMINGÃO”, iniciou o programa no recinto da feira, tendo passado pelo Lar Nossa Sra. da Misericórdia, com a presença dos utentes junto ao camião, seguindo depois para junto da sede dos Bombeiros Voluntários, como homenagem àqueles que estão na linha da frente nos momentos mais críticos, terminando o percurso no recinto da Feira.

No stand da Câmara Municipal foi possível visitar a exposição de trabalhos escolares, alusivos à temática do evento, realizados pelos alunos do 1º Ciclo e Jardins de Infância do concelho.

Esta foi também uma oportunidade para a promoção do associativismo, uma vez que para além dos produtos endógenos que estiveram em exposição, as associações locais tiveram a oportunidade de promover outros produtos de que são exemplo a doçaria, o artesanato, as compotas, os licores, o fumeiro, entre outros.

O certame é uma aposta do Município na promoção da economia local e na divulgação da gastronomia, património, cultura, fumeiro, turismo e outras potencialidades do concelho.

SERVIÇOS PARA CONSULTA

ALERTAS COVID-19

ALERTAS COVID

Procedimentos e directivas a proceder no município
Consultar

Município de Penalva do Castelo

Acesso Restrito