Imprimir esta página

Câmara Municipal promoveu Sessão de Informação sobre Carta de Artesão e Unidade Produtiva Artesanal

A Câmara Municipal de Penalva do Castelo, em parceria com o CEARTE – Centro Profissional para o Artesanato e Património (criado em 1986 por protocolo entre o Instituto do Emprego e Formação e a Cáritas Diocesana de Coimbra), dinamizou uma sessão de informação “Carta de Artesão e Unidade Produtiva Artesanal – como obter e quais os benefícios”, no dia 26 de abril, às 18h00, na Biblioteca Municipal.


Nesta iniciativa, Fernando Tomás, coordenador do Gabinete para a Promoção das Artes e Ofícios do CEARTE, destacou o estatuto do artesão e da unidade produtiva artesanal (área alimentar e não alimentar) enquanto ferramenta para a valorização e o reconhecimento dos produtores artesanais.

Na sessão foi feita uma contextualização sobre o que é o estatuto do artesão e da Unidade Produtiva artesanal, qual a legislação aplicável, a quem se dirige, instrução dos processos de candidatura e quais as vantagens.

Foi também explicado aos presentes, que a obtenção de Carta de Artesão e Unidade Produtiva artesanal é um processo totalmente gratuito e quais as vantagens que estas certificações lhes podem trazer, nomeadamente ao nível de apoios governamentais às artes e ofícios, tais como, despesas inerentes à participação em feiras/eventos.

Na parte final da sessão, os participantes tiveram a oportunidade interagir e tirar dúvidas referentes às matérias expostas.

O CEARTE, ao qualificar e capacitar os produtores, ao dar apoio técnico, ao reconhecer os artesãos e certificar as produções artesanais, valoriza, renova e moderniza o setor do artesanato e do património, acrescentando valor económico aos produtores, aos territórios e ao país.

A Câmara Municipal encontra-se disponível para apoiar/colaborar com os produtores e artesãos locais, na organização dos processos de candidatura, para obtenção de carta de artesão e unidade produtiva artesanal.

Galeria de Imagens