Designação do Projeto: Arranjo Urbanístico da Praça Magalhães Coutinho e Igreja da Misericórdia

Código Universal: CENTRO-07-2316-FEDER-000265

Programa Operacional: Programa Operacional do Centro

Fundo: Fundo Europeu para o Desenvolvimento Regional

Eixo Prioritário: Afirmar a sustentabilidade dos territórios (CONSERVAR)

Objetivo temático: Preservar e proteger o ambiente promover a eficiência energética

Prioridade de investimento: A adoção de medidas destinadas a melhorar o ambiente urbano, a revitalizar as cidades, recuperar e descontaminar zonas industriais abandonadas, incluindo zonas de reconversão, reduzir a poluição do ar e a promover medidas de redução de ruído

Tipologias de intervenção: Reabilitação urbana
Entidade beneficiária: Município de Penalva do Castelo
Data de início: 18-02-2019
Data de conclusão: 31-12-2023
Investimento Total: 497.618,83 €
Investimento Elegível: 217.352,27€
Investimento elegível não comparticipado: 102.837,36€
Investimento não Elegível: 177.429,20€
Comparticipação FEDER (85%): 184.749,43€

Com a presente intervenção, pretendeu-se recriar e reinventar o espaço da Praça Magalhães Coutinho, tornando o mesmo mais aprazível para viver, para estar e para desfrutar, possibilitando humaniza-la para eventos, exposições, festas e romarias, dando de novo ao espaço uma vivencia articulada entre o comércio existente, sem esquecer a ligação direta a Igreja de Misericórdia, interligando-a ao espaço da praça, visto que atualmente encontram-se separadas pela Rua da Misericórdia.

A intenção, foi inverter o atual domínio dos carros na vida urbana, nomeadamente neste local e realçar a presença humana, transformando o espaço um desígnio de qualquer interveniente no espaço público. O que se verifica presentemente neste espaço em concreto é que essa realidade não existe.

Assentando em fatores históricos, hábitos e tradições incontornáveis, foram definidos os conceitos que orientaram a proposta a criação de um espaço que surge para ser contemplado, como um ponto de passagem e ainda como uma praça multifacetada. Dessa forma, a praça foi pensada para ser um espaço ideal para receber exposições, concertos, para descansar, passear, ver e ouvir.
O projeto executado determinou a eliminação do estacionamento na zona da praça, restruturando a rua Largo Magalhães Coutinho, alargando o passeio adjacente as edificações, diminuído a largura da rua de modo a se efetuar a circulação num único sentido e criando ao longo da via estacionamentos em espinha.

De referir que a topografia da praça tem um declive no sentido descendente, salientando-se que a sul existe um declive acentuado de cerca de 2.00, onde a ligação da zona sul com a praça é inacessível criando uma barreira de circulação, nessa zona da praça.

De modo a eliminar essa barreira arquitetónica, e ter acesso a nova via projetada, será criada uma escadaria imponente de ligação pedonal, criando a ilusão de quem se aproxima de Penalva do Castelo que a praça se encontra elevada reforçando a sua importância. A ladear as escadarias serão criados dois miradouros a cota superior da praça.

Em relação a zona confinante com a rua 1º de Dezembro, os jardins e árvores existentes serão mantidos, visto que os mesmos marcam na praça uma zona de estar e descanso, deixando e incorporando na praça a zona verde.

Relativamente ao pavimento, será criando uma uniformidade em relação a imagem de outra praças que estão em fase de execução, de modo a uniformizar a imagem da Vila de Penalva do Castelo, sendo assim, a proposta é de criar uma faixa ao nível do pavimento em lajetas de granito que irá interligar os edifícios e elementos arquitetónicos existentes, propostos e importantes da praça, nomeadamente a ligação da entrada da Igreja da Misericórdia, com o coreto, o pelourinho, o lago a criar e as escadarias a criar. Também serão criadas pequenas passagens em lajetas de granito de ligação da zona central às entradas pedonais junto a rua 1º de Dezembro sendo a restante pavimentadas em cubos de granito.

SERVIÇOS PARA CONSULTA

ALERTAS COVID-19

ALERTAS COVID

Procedimentos e directivas a proceder no município
Consultar

Município de Penalva do Castelo

Acesso Restrito