Utilidades




 

Presidente

Dr. Leonidio Monteiro

Mail de Contacto:
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Mensagem do Presidente

Penalva do Castelo , com uma área de cerca de 140 km2, é um concelho composto por treze freguesias, com uma população próxima dos 9 000 habitantes.

Por entre montes e no regaço de pequenos vales, o rio Dão emerge e sulca transversalmente todo o concelho. Nas vertentes das encostas do Dão, desde tempos ancestrais, a vontade e o labor das gentes conjugaram-se com especificidades climáticas para a produção do mais genuíno dos vinhos do Dão. A história demonstra que a produção de vinho constitui um dos principais sustentáculos da economia do concelho. Nos últimos tempos, a reestruturação e plantação de novas vinhas permitiu um salto quantitativo, mas, sobretudo, qualitativo na produção do mais genuíno dos vinhos do Dão : o Dão de Penalva .

Além do vinho do Dão, o concelho de Penalva do Castelo foi dotado com outras dádivas da natureza: a maçã Bravo de Esmolfe , com a sua coloração e aroma inebriante e inconfundível; o queijo da Serra , produzido de forma artesanal, conservando todas as caraterísticas de outrora. A excelência destes três produtos conjuga-se com a beleza da paisagem e os múltiplos vestígios da história para constituírem motivos suficientes para uma visita a Penalva do Castelo, o coração do Dão .

No que concerne ao património histórico-cultural, Penalva do Castelo possui dois “ex-libris”: a Casa da Ínsua e a Igreja da Misericórdia. Mas os vestígios do passado pululam um pouco por todo o concelho; destacamos, por exemplo, o Caminho dos Galegos, em Mareco, a Anta do Penedo do Com, as sepulturas antropomórficas de Esmolfe e Castelo de Penalva, o Mosteiro do Santo Sepulcro, a ponte romana de Castelo de Penalva, a Capela de Nª. Srª. do Ó, na Corga, a Igreja Paroquial de Castelo de Penalva, Real, Pindo, e um conjunto diversificado de Igrejas e Capelas, dotadas de importantes exemplares da arte sacra de diversas épocas.

A autarquia, consciente do alto valor acrescentado do queijo da serra, do vinho do Dão e da maçã Bravo de Esmolfe, está fortemente empenhada na sua preservação, divulgação e na abertura de novos horizontes, em termos de comercialização, para esta “trilogia de excelência produtiva” de Penalva do Castelo.

Com os vestígios do passado, potenciando as dádivas da natureza, com o dinamismo do presente, estamos certos de que, no Futuro, em PENALVA DO CASTELO, NO CORAÇÃO DO DÃO DÁ MAIS GOSTO VIVER!

 
Curriculum Vitae

Leonídio Figueiredo Gomes Monteiro nasceu, em 03 de Abril de 1957, na freguesia de Pindo. Frequentou a Escola Primária de Roriz e realizou os Estudos Preparatórios e Secundários nos Salesianos, em Mogofores-Anadia e no Estoril e, sempre com bom aproveitamento, concluiu a Licenciatura em Direito pela Universidade de Coimbra, em 1981;

• Representante do Procurador da República, na comarca de Oliveira de Frades, entre 1981 e 1984;

• Advogado a partir de 1984 até Dezembro de 1985;

• Presidente da Câmara Municipal de Penalva do Castelo, eleito em Dezembro de 1985 e reeleito em 1989 ;

• Advogado desde 1994 até Dezembro de 2001;

• Jurista da Direção Geral de Viação entre 1994 e 1997;

• Na qualidade de Presidente da Câmara, desempenha inúmeras funções para que foi eleito e nomeado, de que destaca representações na Associação Nacional de Municípios e dirigente da Associação de Municípios do Planalto Beirão.

• Presidente da Assembleia Geral do Sport Clube de Penalva do Castelo e da Associação para o Progresso e Desenvolvimento Sócio-Económico do concelho de Penalva do Castelo.

• Presidente da Assembleia Geral da Associação de Pais e membro da Assembleia de Agrupamento da Escola Básica Integrada da Ínsua.

• Presidente da Câmara Municipal de Penalva do Castelo , desde 07 de Janeiro de 2002, reeleito em 09 de Outubro de 2005;

• Presidente da Associação de Desenvolvimento do Dão (ADD), desde Janeiro de 2002;

• Membro do Conselho Geral do Centro de Estudos e Formação Autárquica (CEFA);

• Membro eleito do Conselho de Administração do CESAB (Centro de Serviços de Ambiente das Beiras);

• Membro do Conselho Fiscal da Lusitânia – Agência de Desenvolvimento Regional;

• Eleito, em Dezembro de 2003, membro do Conselho Permanente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC).

Câmara Municipal de Penalva do Castelo. Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Mixlife